sábado, outubro 13, 2012

Dia da Criança (Também para os maiores de 30 anos)




Dia da Criança (Também para os maiores de 30 anos)


Dia das Crianças no Mundo Espiritual



Quando abriram os portões à petizada saiu correndo em desabalada carreira pelos campos verdejantes. Corriam e pulavam satisfeitos por terem a oportunidade de brincar livremente.  Eram aproximadamente setenta crianças em liberdade pelos campos floridos. Eles moravam na Casa Remanso de Luz, coordenados pela abnegada avó Maria.
Alguns instrutores cuidavam para que tivessem o tempo necessário para se irmanar com a natureza. Esses instrutores faziam o papel de professores para a petizada. Eram meninos e meninas de cerca de sete anos. Haviam desencarnado com essa idade e a mantinham no mundo espiritual.
O campo em que se encontravam era imenso e plano. Flores pequeninas enfeitavam os campos de matizes amarelos, lilases, brancos e azuis.  Área contígua a casa Remanso, servia de local para passeios e recreio daqueles que desejavam um pouco de descanso das atividades espirituais da cidade. À entrada do parque havia diversos brinquedos como balanços, escorregadores, caixas de areia, quadras para prática de esportes. À frente campo imenso orlado de árvores frondosas com bancos toscos debaixo.
As crianças seguiram para o campo aberto onde faziam diversos círculos e dançavam ao som de melodias infinitamente belas. Harmonicamente, faziam os passos num mesmo ritmo, consoante o bater do coração. O sol apenas raiava no horizonte por sobre as montanhas, clareando a manhã com suave luz. A petizada também cantava e dançava as músicas de suas lembranças da Terra.
Depois seguiram até um local nos fundos do parque. Sentaram à beira de um lago azul e ficaram apreciando a paisagem, tendo ao fundo um vergel florido com os mais variados matizes, contrastando com as montanhas azuladas ao longe.
Um dos instrutores contava uma história sobre pessoas que morava além das montanhas em lugares maravilhosos e totalmente luminosos. Os pequenos acompanhavam a narrativa vivamente interessados. Para encerrar a história pediu que fechassem os olhos e pensassem em Deus. Quando solicitou que abrissem os olhos perceberam que um jovem materializou-se junto deles, coberto de luzes. Então o jovem falou-lhes da cidade de onde veio e que para alcançá-la era necessário ser bom e praticar o bem. O jovem abraçou a todas as crianças e depois de duas horas despediu-se e desmaterializou-se.
Em seguida foram até um riacho de águas cristalinas que descia desde as montanhas e deslizava pelo vale. Entraram na água rasa e brincaram por longo tempo. Com a água limparam os fluídos de seus corpos e renovaram as energias, irmanando-se com a natureza.
A água é um dos elementos mais importantes na renovação dos fluídos dos perispíritos, pois são formados em sua maior parte por água. Depois de brincar por longo tempo no riacho foram até algumas árvores à beira do lago e sentaram-se na relva macia.
O instrutor André fez uma prece a Deus, enquanto todos permaneciam concentrados. Agradeceu também a Jesus e à Mãe Santíssima pela vida, conhecimento, trabalho, luz, harmonia e pelo amor. Inspirou a manutenção da esperança no coração de cada um no ensejo de seguir o seu caminho rumo a Deus.
Deram-se as mãos e ouviram uma música que falava de uma criança perdida no mundo, mas que nunca perdeu a esperança de reencontrar a sua família. Depois de muito vagar, certo dia, encontrou um sábio que o convidou para acompanhá-lo. Depois de muito caminhar com o sábio por centenas de aldeias e de muito aprender, reencontrou, em plena juventude, a sua família num dos cantões do país. Desde então fundam um lar para crianças abandonadas, sob a tutela do sábio. As crianças choravam e se abraçavam quando o canto terminou. Imagens formaram-se ao lado do instrutor, mostrando a casa abrigo num local montanhoso no oriente. Comentou o instrutor que dali saiu muitos dos grandes médiuns que estão encarnados no Brasil.
Fizeram um lanche e tomaram sucos de diversos sabores. Deitaram na relva e puderam fechar os olhos por cerca de uma hora, para receber a energia que impregnava o lugar.
Um grupo de crianças vindo de outra cidade espiritual chegou para entreter os pequenos com música e dança. Posicionaram-se à frente e começaram a tocar melodias celestes. Todos acompanharam num movimento uníssono dos braços sobre as cabeças. Depois formaram grupos e improvisaram danças circulares ao ritmo das músicas.
Outro grupo apresentou uma peça teatral relembrando as crianças que foram abençoadas por Jesus em Cafarnaum. Elas sentiam a energia que provinha do alto quando relembraram o Mestre Divino.
Ao entardecer rezaram a Deus aproveitando a hora da Ave Maria, pois nesse horário as forças espirituais se congregam no agradecimento à Mãe Santíssima. O céu cobriu-se de luzes de variadas cores, resplandecendo no entardecer.
Os instrutores conduziram as crianças de volta a Casa Remanso para o descanso necessário.
A noite chegou, cobrindo com seu manto as claridades. As estrelas cintilavam no céu ante o luar peregrino. O silêncio cobria os campos de sonhos onde as estrelas se banhavam no espelho das águas no lago. As horas passaram...
Depois das vinte e três horas começaram a acender luzes ao longe no campo. Essas luzes iam se aproximando e sob o luar podia-se ver que eram vigilantes carregando archotes luminosos seguidos por dezenas de Espíritos. Eram homens e mulheres provenientes da Terra, pois apresentavam cordões de prata que os prendiam aos corpos que dormiam.
A multidão chegou até o pátio da Casa Remanso onde os pequenos estavam esperando. Depois do descanso estavam com a corda toda novamente.
Gritos de alegria se ouviram quando pais e filhos se abraçaram no reencontro. A felicidade era sem limites para todos. Lágrimas de felicidade molhavam os rostos dos familiares.
Os mentores programaram o reencontro dos pais com as crianças como um prêmio pela dedicação com que desenvolviam seus trabalhos na Casa Remanso.  Os pais afagavam os filhos em seus peitos, como o faziam quando estavam encarnados, extravasando a alegria de viver. Por certo, na manhã seguinte quando do despertar teriam a idéia de um sonho magnífico onde reencontraram os filhos desencarnados, tendo isso como prova da continuidade da existência da vida depois da morte.
Cada família se reunia e todos contavam o que estavam fazendo, como estavam, o que pretendiam fazer no futuro. Descrever a emoção desses Espíritos é impossível, tamanha a alegria que sentiam.
Os instrutores permitiram que permanecessem juntos por aproximadamente quatro horas, quando então pediram que se despedissem para o retorno dos pais para seus corpos na Terra. O instrutor André fez uma preleção explicando os porquês da vida e da separação precoce que ocorreu.
O grupo que chegara para a visita depois se despede emocionado dos filhos que ficam na espiritualidade. Os instrutores prometem novas visitas de forma individual para as famílias dentro de poucos dias, de acordo com as possibilidades. Os vigilantes conduziram os familiares pelo mesmo campo por onde vieram e em poucos minutos as luzes dos archotes desapareciam no final do campo.
Todos amenizaram as saudades. Esse encontro foi um presente de Jesus a essas crianças da espiritualidade por muito contribuírem pelo seu próprio desenvolvimento. Elas estão se preparando para conhecer as nuances da vida universal e depois reencarnar e cumprir missão elevada junto aos homens.
Para os pais que reencontraram seus filhos, esse foi um alento para que prossigam com dignidade e firmeza nas lutas diárias. Esse encontro ficará marcado por muitos dias em seus corações, como um sonho maravilhoso, que gostariam que jamais terminasse. Isso os incentivará a trabalhar pelo bem e pela caridade ao próximo, como agradecimento a Deus pela oportunidade de reencontrar aqueles que amam.
Para as crianças ficou a alegria de reencontrar os seus familiares e de viver plenamente a realidade divina.
E para mim o que ficou?
A felicidade de participar de uma festa maravilhosa, onde o coração atuou acima de tudo e também por reencontrar os Espíritos que foram, em outras vidas, meus pais e familiares.
Se todos choraram, com certeza, eu também chorei muito... 




a  lenda  da  criança
Irmão X

Dizem que o Supremo Senhor, após situar na Terra os primeiros homens, dividindo-os em raças diversas, esperou, anos e anos, pela adesão deles ao Bem Eterno. Criando os todos para a liberdade, aguardou pacientemente que cada um construísse o seu próprio mundo de sabedoria e felicidade. À vista disso, com surpresa, começou a ouvir do Planeta Terrestre, ao invés de gratidão e louvor, unicamente desespero e lágrimas, blasfêmias e imprecações, até que, um dia, os mais instruídos, amparados no prestígio de Embaixadores Angélicos, se elevaram até Deus, a fim de suplicarem providências especiais. E, prosternados diante do Todo-Poderoso, rogaram cada qual por sua vez:
-Pai, tem misericórdia de nós!... Repartimos a Terra, mas não nos entendemos... Todos reprovamos o egoísmo; no entanto, a ambição nos enlouquece e, um por um, aspiramos a possuir o maior quinhão!...
-Oh! Senhor!... Auxilia-nos!... Deste-nos a autonomia; contudo, de que modo manejá-la com segurança? Instruíste-nos códigos de amparo mútuo; no entanto, ai de nós!... Caímos, a cada passo, pelos abusos de nossas prerrogativas!...
-Santo dos Santos, socorre-nos por piedade!... Concedeste-nos a paz e hostilizamo-nos uns aos outros. Reuniste-nos debaixo do mesmo Sol!... Nós, porém, desastradamente, em nossos desvarios, na conquista de domínio, inventamos a guerra... Ferimo-nos e ensanguentamo-nos, à maneira de feras no campo, como se não tivéssemos, dada por ti, a luz da razão!...
-Pai Amantíssimo, enriqueceste-nos com os preceitos da justiça; todavia, na disputa de posições indébitas, estudamos os melhores meios de nos enganarmos reciprocamente, e, muitas vezes, convertermos as nossas relações em armadilhas nas quais os mais astuciosos transfiguram os mais simples em vítimas de alucinadoras paixões... Ajuda-nos e liberta-nos do mal!...
-Ó Deus de Infinita Bondade, intervém a nosso favor! Inflamaste-nos os corações com a chama do gênio, mas habitualmente resvalamos para os despenhadeiros do vício... Em muitas ocasiões, valemo-nos do raciocínio e da emoção para sugerir a delinqüência ou envenenar-nos no desperdício de forças, escorregando para as trevas da enfermidade e da morte!...
Conta-se que o Todo-Misericordioso contemplou os habitantes da Terra, com imensa tristeza, e exclamou, amorosamente:
-Ah! Meus filhos!... Meus filhos!... Apesar de tudo, eu vos criei livres e livres sereis para sempre, porque, em nenhum lugar do Universo, aprovarei princípios de escravidão!...
-Oh! Senhor – soluçaram os homens - compadeça-te então de nós e renova-nos o futuro!... Queremos acertar, queremos ser bons!...
O Todo-Sábio meditou, meditou...
Depois de alguns minutos, falou comovido:
-Não posso modificar as Leis Eternas. Dei-vos o Orbe Terreno e sois independentes para estabelecer nele a base de vossa ascensão aos Planos Superiores. Tereis, constantemente e seja onde for, o que fizerdes, em função de vosso próprio livre arbítrio!... Conceder-vos-ei, porém, um tesouro de vida e renovação, no qual, se quiserdes, conseguirei engrandecer o progresso e abrilhantar o Planeta... Nesse escrínio de inteligência e de amor, disporeis de todos os recursos para solidificar a fraternidade, dignificar a ciência, edificar o bem comum e elevar o direito... De um modo ou de outro, todos tereis, doravante, esse tesouro vivo, ao vosso lado, em qualquer parte da Terra, a fim de que possais aperfeiçoar o mundo e santificar o porvir!...
Dito isso, o Senhor Supremo entrou nos Tabernáculos Eternos e voltou de lá trazendo um ser pequenino nos braços paternais...
Nesse augusto momento, os atormentados filhos da Terra receberam de Deus a primeira criança.

Do livro Luz no Lar. Psicografia de Francisco Cândido Xavier


ORAÇÃO  DA  CRIANÇA 
Emmanuel
Amigo:
Ajuda-me agora, para que eu te auxilie  depois.
Não me relegues ao esquecimento, nem me condenes à ignorância ou à crueldade.
Venho ao encontro de tua aspiração, do teu convívio, de tua obra ...
Em tua companhia estou na condição da argila nas mãos do oleiro.
Hoje, sou sementeira, fragilidade, promessa ...
Amanhã, porém, serei tua própria realização.
Corrige-me, com amor, quando a sombra do erro envolve-me o caminho, para que a confiança não me abandone.
Protege-me contra o mal.
Ensina-me a descobrir o bem, onde estiver.
Não me afastes de Deus e ajude-me a conservar o amor e o respeito que devo às pessoas, aos animais e às coisas que me cercam.
Não me negues tua boa vontade, teu carinho e tua paciência.
Tenho tanta necessidade do teu coração, quanto a plantinha tenra precisa de água para prosperar e viver.
Dá-me tua bondade e dar-te-ei cooperação.
De ti depende que eu seja pior ou melhor amanhã.

ANTOLOGIA DA CRIANÇA - Francisco Cândido Xavier  -  Autores Diversos


ORAÇÃO  DA  CRIANÇA  AO  HOMEM
Meimei
      Edificaste um mundo novo, em que me veja num futuro melhor.
      Auxilia-me a ter alegria dentro dele.
      Deste-me a liberdade.
      Ensina-me a ser livre, sendo feliz.
      Colocaste-me no centro da cultura, com acesso às mais avançadas experiências.
      Guia-me os passos para que não me sinta em desequilíbrio e para que o desequilíbrio não me enlouqueça.
      Dizes que me defendes.
      Não me recuses os benefícios da escola e do trabalho e nem me induzas à qualquer idéia de ódio e separação.
      Inventaste estradas nos céus.
      Ajuda-me a construir caminhos em que possa fazer o meu encontro com os semelhantes, no clima da compreensão e da paz.
      Criaste máquinas preciosas para meu reconforto.
      Ensina-me a dirigi-las com amor e responsabilidade para que elas não me esmaguem.
      Desenvolveste o progresso e levantaste a grandeza material em todos os recantos da Terra, e agradeço-te por tudo – a ti que me acolhes com tanto carinho e com tanto amor – mas peço, com todas as forças de meu coração para que não me afastes de Deus.

ANTOLOGIA DA CRIANÇA - Francisco Cândido Xavier  -  Autores Diversos




Uma homenagem ao Dia das Crianças!




Vila Sésamo (1972) [Abertura]

Vila Sésamo foi uma série de televisão, versão brasileira baseada no programa infantil norte-americano Sesame Street (criado pela Children's Television Workshop de Nova York, baseado em opiniões e conceitos emitidos por técnicos de educação e agência de publicidade).

**O programa:

Foi apresentado nos anos 70 (produzida de 1972 a 1977). Era uma produção conjunta da Rede Globo com a TV Cultura de São Paulo, sendo exibida pelas duas emissoras.

Em 29 de outubro de 2007, a TV Cultura lançou a nova versão do programa estrelando a personagem brasileira Bel e os tradicionais Elmo e Grover.
Tinha a direção de Ademar Guerra e os bonecos Garibaldo e Gugu foram criados por Naum Alves de Souza. Há ainda o boneco menos famoso conhecido por Funga-Funga.


Trouxe para a televisão uma fórmula inteligente que conseguia mesclar diversão com educação e humor.
 A série instigava a pensar. Conseguia ser educativo sem ser chato. E, muito antes de qualquer modismo, falava sobre ecologia, amor aos animais e outros assuntos que mais tarde ganhariam uma dimensão bem maior.

**Abertura:
A música que era usada na abertura chamava-se Alegria de Viver e foi composta pelos irmãos marcos e Paulo Sergio Valle:


"Todo dia é dia
Toda hora é hora
De saber que esse mundo é seu
Se você for amigo e companheiro
Com alegria e imaginação
Vivendo e sorrindo
Criando e rindo
Será muito feliz
E todos serão também ..."

**Elenco:
Armando Bogus (Juca)
Aracy Balabanian (Gabriela)
Sônia Braga (professora Ana Maria)
Laerte Morrone (Garibaldo)
Manoel Inocêncio (Seu Almeida)
Milton Gonçalves (professor Leão)
Flávio Galvão (Antônio)
Roberto Orosco (Gugu)







Depende de Nós

CRIANÇA ANO 2000

Anos 70... pátio da escola lotado, todos silêncio, em ordem...
Merenda quentinha no prato...
Saudade dos amigos que se foram, daqueles que o tempo se encarregou de separar...
Saudade da professora querida, que nos incentivava a cantar.

Quanta Saudade
......

LETRA
Eu sou criança do Brasil gigante
E vou levar adiante o amor que a vida traz
Sou esperança do Brasil que cresce
E que se curava em prece pra fazer a paz

Refrão:
Sou amanhã, sou esperança
Eu sou criança e eu lhe quero bem
Eu amo a vida, eu amo tudo
E quero ver você amar também

Lá, lá, lá, lá, lá, lá...

Eu sou criança que sorri e estuda
E que sorrindo muda as coisas pra melhor
Eu sou o Brasil ano dois mil futuro
Quem ninguém segura pois eu sou amor

Sou amanhã, sou esperança
Eu sou criança e eu lhe quero bem
Eu amo a vida, eu amo tudo
E quero ver você amar também


Eu sou criança do Brasil tão verde
Cor da esperança que sambando vem
Da gente grande aprendi um dia
a ter muita alegria e só fazer o bem.
compacto infantil do Padre José Fernandes de Oliveira (PE. Zezinho), SCJ, o Padre Zezinho. Lançado em 1972




ESCUTE A MÚSICA AQUI:





SÍTIO DO PICAPAU AMARELO (ABERTURAS) 1976 EM DIANTE




PLUNCT, PLACT, ZUUUM... (1983) abertura




A turma do Balão Mágico - Lindo Balão Azul 1984



"Xou da Xuxa" - 30/06/86 (Estréia)
O "Xou da Xuxa" estreou na Globo em 30/06/86.


Teve mais de duas mil edições e quando foi ao ar pela última vez, em dezembro de 92, já havia se tornado referência na televisão brasileira, lançado Xuxa como ídolo nacional e sido exportado para mais de 15 países.

TV Fofão - Bandeirantes 1986





Nenhum comentário:

Calendário Assistência 2017

TENDA ESPÍRITA MAMÃE OXUM

CALENDÁRIO ASSISTÊNCIA - 2017.

C.E. Miguel Arcanjo e Tenda Espirita Mamãe Oxum-

Rua Francisco Framback, 91 E – Cascatinha - Petrópolis - RJ

ABRIL

MAIO

JUNHO

23 – Reabertura do Terreiro às 20h – Saudação à Ogum

02 – sexta-feira – Pretos Velhos

28 - sexta-feira - Exus

05 - sexta-feira – Pretos Velhos

07 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

10 - quarta-feira- Estudo da Umbanda

09 – sexta-feira – Saúde

12 - sexta-feira – Saúde

13 – terça-feira – Saudação Aos Exus – Bênção dos Pães – 20h

13 – sábado – Saudação aos Pretos Velhos

16 – sexta-feira – Não tem Gira

17 – quarta-feira – Doutrina - Vovó Catarina

21 – quart-feira – Doutrina – Vovó Catarina

19 – sexta-feira – Caboclos

23 – sexta-feira – Caboclos

24 – quarta-feira –Saudação à Sta. Sara,

e Povo Cigano

28 – quarta-feira – Doutrina

26 – sexta-feira - Malandros

30 – sexta-feira - Exus

JULHO

AGOSTO

SETEMBRO

05 – quarta-feira – Doutrina

02 – quarta-feira – Doutrina

01 – sexta-feira – Pretos Velhos

07 – sexta-feira – Pretos Velhos

04 – sexta-feira – Pretos Velhos

06 – quarta-feira – Doutrina

12 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

09 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

08 – sexta-feira – Saúde

14 – sexta-feira – Saúde

11 – sexta-feira – Saúde

13 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

19 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

16 – quarta-feira – Saudação à Obaluaê e Omolu

15 – sexta-feira – Caboclos

21 – sexta-feira – Caboclos

18 – sexta-feira – Caboclos

20 - quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

26 e 28 – Não funcionaremos

23 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

22 – sexta-feira – Não Tem Gira

30 – Domingo – SEMINÁRIO

25 – sexta-feira – Malandros

24 – Domingo – Saudação à Ibeijada - às 17h

30 – quarta-feira - Doutrina

27 – quarta-feira – Distribuição Doces

29 – sexta - Exus

OUTUBRO

NOVEMBRO

DEZEMBRO

.04 – quarta-feira – Doutrina

01 – quarta-feira – Terreiro Fechado

02 - Confraternização

06 – sexta-feira – Pretos Velhos

03 – sexta-feira – Não tem Gira

08 – sexta-feira – Saudação à Oxum e bênção dos Pretos Velhos – 20h

11 – quarta-feira - Não tem Esudo Umb.

08 – quarta-feira –Doutrina

09 – Oferendas na Praia – saída 17h

12 – quinta-feira – Cachoeira / Mata

10 - sexta-feira – Saúde

13 – sexta-feira – Não tem Gira

15 – Feriado – Saudação aos Malandros

18 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

17 – sexta-feira – Caboclos

20 – sexta-feira – Caboclos

22 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

25 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

24 – sexta-feira – Exus

27 – sexta-feira - Ciganos

29 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

A giras de sextas-feiras têm início às 20 horas. As fichas são distribuídas a partir de 19:45 até as 21:30. As pessoas que chegarem após este horário receberão apenas o passe, sem consulta.

Nossa casa não cobra consultas nem trabalhos, porém aceitamos colaboração de materiais de uso como velas, fósforos, charutos, fumos, etc...

ATENÇÃO: NÃO É PERMITIDO PARA ATENDIMENTO, PESSOAS COM MINI-SAIAS, SHORTS OU BERMUDAS CURTAS, BLUSAS MUITO DECOTADAS OU MINI-BLUSAS, CAMISETAS TIPO MACHÃO.

A CARIDADE NÃO SERÁ NEGADA, PORÉM RESPEITEM O TEMPLO RELIGIOSO.

Baixe o seu Calendário clicando no link abaixo:

https://drive.google.com/file/d/0B_tHAuZk-NssbVZMNUN3TGNDbzA/view?usp=sharing

Printfriendly