domingo, dezembro 14, 2014

O CONSELHO DOS MORUBIXABAS




Hoje iremos abordar um assunto bastante importante, mas  conhecido por poucos umbandistas.
Iremos conversar sobre o “Conselho dos Morubixabas”, ou o  COMANDO ESPIRITUAL DA UMBANDA.
Antes de falarmos propriamente sobre o CONSELHO DOS MORUBIXABAS, vamos lembrar alguns aspectos importantes da espiritualidade.
ORUM
O que é o Orum?
O Orum é a região onde encontram-se todos os seres espirituais que não estão encarnados.
O Orum também é chamado de mundo espiritual ou universo extra-físico.
É no Orum a origem de todos os seres espirituais existentes.
Todos nós somos espíritos encarnados, então também tivemos nossa origem espiritual no Orum.
O homem possui, além de seu corpo material, um espírito que é a fonte de seus pensamentos e emoções.
O espírito é também conhecido por “consciência humana”.
Existe ainda uma grande dificuldade da ciência tradicional para explicar a natureza da consciência humana (espírito) e de sua existência após a morte do corpo físico.
Na umbanda, por ser uma religião mediúnica, mantemos contatos habituais com seres espirituais ou consciências que vivem no universo extra-fisico (Orum).
Portanto, a existência da vida após a morte, é um dos princípios básicos da umbanda.
Podemos afirmar que dentro de um templo umbandista, também chamado de Terreiro, Tenda ou Núcleo, são os espíritos que comandam os trabalhos.
Nós os encarnados, os médiuns (cavalos), somos meros auxiliares destes seres de luz.
Praticamente durante todo o trabalho espiritual, também conhecido como GIRA, são os espíritos que realizam as atividades de atendimento.
Servimos somente de intermediários, emprestando nosso corpo físico, para que eles possam se manifestar em nosso universo físico e passarem suas orientações e ensinamentos.
MUITAS MORADAS
No Orum existem muitas regiões habitadas por diferentes seres espirituais, com variados graus de conhecimento, inteligência e evolução moral.
Não podemos nos esquecer, de que o universo é infinito, sendo também infinita as diferenças espirituais existentes no “mundo espiritual”.
Podemos dizer que no Orum “existem muitas moradas” e que os espíritos encarnados que vivem atualmente em nosso planeta possuem também origens diferentes.
Uma das principais leis que regem a espiritualidade é a Lei da afinidade.
Os afins se atraem e desta forma, somam suas energias, suas vibrações e forças, plasmando no Orum diversas e diferentes regiões ou moradas espirituais.
No Núcleo Mata Verde dizemos que os espíritos criam “Campos Estruturais”, que depois de criados exercem forte atração sobre aqueles que vivem dentro destes campos.
Semelhante ao campo gravitacional do planeta. Vivemos sobre a superfície do planeta Terra, presos (atraídos) pelo Campo gravitacional do planeta.
Estes “Campos Estruturais Espirituais”  também exercem forte atração sobre aqueles seres que possuem afinidade com aquelas vibrações.
Esta ligação espiritual, existente entre os espíritos e estas regiões, faz com que todos nós sejamos atraídos para alguma região, onde possuímos afinidade ou ligações espirituais pretéritas.
Podemos exemplificar de maneira bastante simples da seguinte maneira:
Espíritos orgulhosos são atraídos para regiões onde existem muitos espíritos orgulhosos, espíritos depressivos para regiões onde existem espíritos depressivos, espíritos vingativos para regiões onde existem espíritos vingativos, espíritos viciosos para regiões onde existem seres viciosos, espíritos alegres para lugares onde existem seres alegres, espíritos evoluídos para regiões onde existem espíritos evoluídos, espíritos negativos para regiões onde existem espíritos negativos etc...
Podemos afirmar que cada um tem a sua origem espiritual de onde veio e para onde irá, caso não consiga se superar durante esta encarnação.
Como não podemos afirmar com exatidão a origem do universo, entendemos que o Orum já existia há muito tempo antes da existência do Aiye ou do mundo material.
Só não podemos afirmar que ele é eterno, porque eterno é somente o Criador.
Desta forma podemos entender que estas “moradas  espirituais” existentes no Orum também são muito antigas, fazendo com que alguns entendessem que elas sempre existiram e foram criadas por Deus.
Elas já existiam muito antes do planeta Terra ser formado, e todos aqueles que viveram na crosta terrestre vieram de alguma região espiritual.
Esta é a lei!
ARUANDA
Uma destas regiões espirituais existentes é conhecida como ARUANDA.
É de lá que vem todos os espíritos que trabalham na UMBANDA.
Não sabemos qual a origem de Aruanda, mas os mestres espirituais nos ensinam que Aruandaé muito antiga e sua existência precede a existência do planeta Terra.
É de Aruanda que vieram os antigos espíritos que acompanharam a formação do nosso planeta, também é de Aruanda os espíritos de luz que orientam a humanidade a milênios.
Em Aruanda vivem espíritos que vibram amor, paz, humildade e simplicidade.
Em Aruanda não existem palácios de cristais, ou qualquer tipo de tecnologia utilizada pelo homem atual.
Em Aruanda é a FORÇA ESPIRITUAL individual de cada um que tem valor.
Seus habitantes por serem seres muito antigos e de grande evolução espiritual, possuem uma tremenda força interior.
São capazes de plasmar qualquer objeto, ou realizarem curas e cirurgias espirituais somente com a força de sua vontade.
Estes seres de luz que vivem em Aruanda plasmam uma região espiritual de tranquilidade, com muita natureza, matas, rios, montanhas, animais, pássaros e muita fé.
As construções existentes são plasmadas nos meios das campinas, nas matas, nas montanhas e são sempre de aparência simples e humilde, assim como seus moradores.
Oa antigos ensinam os novos moradores ou os visitantes que eventualmente são levados até aquela região, a viverem em paz e harmonia com a natureza e a respeitarem todos os seres existentes.
Muitos pessoas orgulhosas, vaidosas e estressadas, durante o sono, quando recebem ajuda do “Povo de Aruanda“, são algumas vezes levadas ao convívio da “população” de Aruanda para poderem novamente encontrar seu equilíbrio interior.
É nestas regiões espirituais de muita luz espiritual, na simplicidade e no contato com a vida natural existente em Aruanda que conseguem melhorar de muitos distúrbios e desequilíbrios produzidos pela vida moderna.
Estes espíritos durante o sono, enquanto seu corpo material descansa, são levados pelosGuardiões de Aruanda.
Ao chegarem ao destino, são em seguida acompanhados por seres de luz que se manifestam com a aparência de humildes Caboclos e Pretos Velhos.
No inicio, nas primeiras visitas, quase sempre as pessoas não conseguem identificar imediatamente a imagem destes seres, sentem sua presença, ouvem seu pensamento, sentem no seu intimo aquela calma, aquela segurança mas não conseguem enxergar seu corpo espiritual.
Embora já estejam dentro da região de Aruanda, já enxerguem as regiões naturais plasmadas por seus moradores, ainda não conseguem chegar no mesmo padrão vibratório e por isso somente sentem a presença destes Caboclos e Pretos Velhos.
Com o tempo, à partir do momento que começam a se equilibrar e acalmar seu interior, começam então a visualizar os moradores de Aruanda.
Nestas visitas recebem “remédios naturais” plasmados pelos Caboclos e Pretos Velhos, visitam seus familiares desencarnados que possam estar em tratamento em Aruanda e também participam de “rodas de estudo”.
As rodas de estudos são reuniões onde todos ficam sentados no chão em forma de circulo, e um mestre de Aruanda procura orientar e tirar dúvidas sobre a espiritualidade.
Ao mesmo tempo em que recebem as informações passadas por aquele mestre encarregado pela palestra, se fortalecem ao receberem as vibrações naturais dos Orixás Primordiais.
Estas reuniões quase sempre são realizadas a noite e próximas de cachoeiras, rios, campos ou dentro das matas (espirituais).
O ambiente é tão real que podemos sentir o cheiro do mato, o frescor da noite, o som das cachoeiras, o perfume das flores.
A lua Cheia quase sempre ilumina a noite estrelada.
Participar de uma reunião de estudos em Aruanda, já é uma bênção para a alma encarnada.
O CONSELHO DOS MORUBIXABAS
É de Aruanda que vem todo o controle exercido pela espiritualidade sobre a natureza, são seus membros que cuidam e supervisionam o ambiente natural e toda sua vida em nosso planeta.
Em Aruanda existe um conselho de espíritos, formado por sete espíritos de elevada evolução espiritual.
Este conselho de espíritos é conhecido pelo nome de “Conselho dos Morubixabas”, e tem entre tantas outras funções, supervisionarem e acompanharem todos os Terreiros de Umbanda existentes no planeta.
Embora nem todos os dirigentes tenham consciência do “Conselho dos Morubixabas”, é este conselho existente em Aruanda, que acompanha e supervisiona todas as atividades desenvolvidas nos diversos Terreiros de Umbanda existentes no planeta.
Todos os Caboclos e Pretos Velhos que trabalham na umbanda, são mensageiros de Aruanda, e todos os demais trabalhadores espirituais que trabalham na umbanda, passaram por Aruanda para receberem ensinamentos e orientações.
Todos os médiuns e dirigentes umbandistas encarnaram após receberem orientações, instruções e assumirem compromissos em Aruanda, e sempre com a anuência doConselho dos Morubixabas.
É pois, o Conselho dos Morubixabas, o verdadeiro e único ente responsável pelos vários Terreiros de Umbanda existentes.
Todos nós umbandistas, devemos muito respeito e gratidão ao povo de Aruanda e principalmente ao Conselho dos Morubixabas.
Nos momentos de alegria ou nos momentos de dificuldades não se esqueça de suas origens em Aruanda.
Em outro texto estaremos detalhando quem são os integrantes do Conselho dos Morubixabas.
Este texto foi escrito com a autorização do Conselho dos Morubixabas.
Saravá Umbanda!
São Vicente, 14/12/2014 – 24:00 horas

Manoel Lopes
Obs.:Este texto pode ser divulgado a vontade, desde que seja citada a origem
Registre seus comentários no Blog



Nenhum comentário:

Calendário Assistência 2017

TENDA ESPÍRITA MAMÃE OXUM

CALENDÁRIO ASSISTÊNCIA - 2017.

C.E. Miguel Arcanjo e Tenda Espirita Mamãe Oxum-

Rua Francisco Framback, 91 E – Cascatinha - Petrópolis - RJ

ABRIL

MAIO

JUNHO

23 – Reabertura do Terreiro às 20h – Saudação à Ogum

02 – sexta-feira – Pretos Velhos

28 - sexta-feira - Exus

05 - sexta-feira – Pretos Velhos

07 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

10 - quarta-feira- Estudo da Umbanda

09 – sexta-feira – Saúde

12 - sexta-feira – Saúde

13 – terça-feira – Saudação Aos Exus – Bênção dos Pães – 20h

13 – sábado – Saudação aos Pretos Velhos

16 – sexta-feira – Não tem Gira

17 – quarta-feira – Doutrina - Vovó Catarina

21 – quart-feira – Doutrina – Vovó Catarina

19 – sexta-feira – Caboclos

23 – sexta-feira – Caboclos

24 – quarta-feira –Saudação à Sta. Sara,

e Povo Cigano

28 – quarta-feira – Doutrina

26 – sexta-feira - Malandros

30 – sexta-feira - Exus

JULHO

AGOSTO

SETEMBRO

05 – quarta-feira – Doutrina

02 – quarta-feira – Doutrina

01 – sexta-feira – Pretos Velhos

07 – sexta-feira – Pretos Velhos

04 – sexta-feira – Pretos Velhos

06 – quarta-feira – Doutrina

12 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

09 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

08 – sexta-feira – Saúde

14 – sexta-feira – Saúde

11 – sexta-feira – Saúde

13 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

19 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

16 – quarta-feira – Saudação à Obaluaê e Omolu

15 – sexta-feira – Caboclos

21 – sexta-feira – Caboclos

18 – sexta-feira – Caboclos

20 - quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

26 e 28 – Não funcionaremos

23 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

22 – sexta-feira – Não Tem Gira

30 – Domingo – SEMINÁRIO

25 – sexta-feira – Malandros

24 – Domingo – Saudação à Ibeijada - às 17h

30 – quarta-feira - Doutrina

27 – quarta-feira – Distribuição Doces

29 – sexta - Exus

OUTUBRO

NOVEMBRO

DEZEMBRO

.04 – quarta-feira – Doutrina

01 – quarta-feira – Terreiro Fechado

02 - Confraternização

06 – sexta-feira – Pretos Velhos

03 – sexta-feira – Não tem Gira

08 – sexta-feira – Saudação à Oxum e bênção dos Pretos Velhos – 20h

11 – quarta-feira - Não tem Esudo Umb.

08 – quarta-feira –Doutrina

09 – Oferendas na Praia – saída 17h

12 – quinta-feira – Cachoeira / Mata

10 - sexta-feira – Saúde

13 – sexta-feira – Não tem Gira

15 – Feriado – Saudação aos Malandros

18 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

17 – sexta-feira – Caboclos

20 – sexta-feira – Caboclos

22 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

25 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

24 – sexta-feira – Exus

27 – sexta-feira - Ciganos

29 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

A giras de sextas-feiras têm início às 20 horas. As fichas são distribuídas a partir de 19:45 até as 21:30. As pessoas que chegarem após este horário receberão apenas o passe, sem consulta.

Nossa casa não cobra consultas nem trabalhos, porém aceitamos colaboração de materiais de uso como velas, fósforos, charutos, fumos, etc...

ATENÇÃO: NÃO É PERMITIDO PARA ATENDIMENTO, PESSOAS COM MINI-SAIAS, SHORTS OU BERMUDAS CURTAS, BLUSAS MUITO DECOTADAS OU MINI-BLUSAS, CAMISETAS TIPO MACHÃO.

A CARIDADE NÃO SERÁ NEGADA, PORÉM RESPEITEM O TEMPLO RELIGIOSO.

Baixe o seu Calendário clicando no link abaixo:

https://drive.google.com/file/d/0B_tHAuZk-NssbVZMNUN3TGNDbzA/view?usp=sharing

Printfriendly