domingo, maio 29, 2011

As Egrégoras – Um tipo de Campo Estrutural




As Egrégoras – Um tipo de Campo Estrutural

por Manoel Lopes

No Núcleo Mata Verde estudamos um conceito chamado Campo Estrutural.(1)
Campo estrutural, definido de uma forma bem rápida e simples, é toda estrutura espiritual criada e mantida pelos espíritos na dimensão espiritual (Orum) e que podem ou não, interagir com a dimensão material (Aiyê). (2)
A energia mantenedora dos campos estruturais são as vibrações espirituais.(3)
Quando falamos de espíritos estamos nos referindo a todos, sejam encarnados ou não.
Naturalmente que estão incluídos os Caboclos, Pretos Velhos, Exus e toda hierarquia de guias e protetores espirituais, mestres, anjos e Orixás.(4)
Entre os vários Campos Estruturais existentes encontramos um chamado de Egrégora. As egrégoras são estruturas espirituais criadas e mantidas por um conjunto de espíritos.(5)
Egrégora é um Campo Estrutural específico, formado pelas vibrações espirituais oriundas de muitas origens.
No estudo que realizamos no Núcleo Mata Verde a egrégora é classificada como “Campo Estrutural Coletivo”. Para se aprofundar neste estudo sugerimos que inicialmente faça o curso EAD – Umbanda Os Sete Reinos Sagrados, disponível no site www.mataverde.org/ead
Estes campos estruturais chamados egrégoras são criados, mantidos, alterados e destruídos por nós, mas também devolvem energia e força a todos aqueles que participam da sua formação.
A energia espiritual devolvida pela egrégora sempre é bem maior do que a energia espiritual fornecida por nós e também é proporcional ao número de espíritos que a compõem. (6)
Vamos dar um exemplo.
O local que chamamos Terreiro de Umbanda onde são realizados os trabalhos espirituais não é somente uma casa, uma construção.
Além da estrutura material existe uma estrutura espiritual que é mantida por todos aqueles espíritos (Caboclos, Pretos Velhos, Crianças, Exus, etc…)e por todos os médiuns, cambonos e participantes do Terreiro. Esta estrutura espiritual é um tipo de campo estrutural.
Quando uma pessoa vai até um Núcleo de Umbanda e ao adentrar ao recinto se concentra em preces e respeita o lugar sagrado, ela está neste momento vibrando e alimentando o campo estrutural daquele Terreiro, ela está alimentando com vibrações espirituais a egrégora da casa.
Ao alimentar a egrégora ela passa a se envolver naquele campo espiritual e imediatamente passa a receber as vibrações espirituais que aquela egrégora (Campo Estrutural do Terreiro) devolve a ela, existe uma troca de energia espiritual.
Se houver afinidade, poderemos entrar em ressonância espiritual com as vibrações espirituais daquele lugar e então a energia transferida será bem maior.
O resultado desta transferência de energia será notado imediatamente em nossas vidas, podendo em alguns casos provocar verdadeiros milagres (curas, mudanças emocionais, psíquicas, sociais, etc..).(7)
Por isso que sempre afirmamos aos membros do Núcleo Mata Verde, que não adianta somente conhecer a umbanda através dos livros, é necessário ao umbandista freqüentar o Terreiro, sentir a força da egrégora da casa, o axé da casa etc…(8)
A energia espiritual recebida pelas pessoas é sempre da mesma natureza da energia da egrégora.(9)
Precisamos tomar muito cuidado com as egrégoras que ajudamos a manter, pois acabamos virando vítimas destes campos de força espiritual, e muitos deles ao invés de nos ajudarem poderão provocar perturbações incríveis em nossa vida, em nossa saúde e em nosso equilíbrio espiritual.
Estes campos estruturais chamados de egrégoras também auxiliam na proteção espiritual do Templo, pois todos aqueles seres que não tiverem afinidades com as vibrações da egrégora, serão repelidos violentamente do ambiente devido as diferenças vibratórias existentes, mesmo que insistam não conseguirão resistir as energias dissonantes.
Este efeito também se aplica as pessoas que freqüentam o Templo: Médiuns, Cambones, etc…
Dizem que conhecimento é poder. Agora que você sabe que as egrégoras agem como escudos protetores do Terreiro e que são fontes de força e poder espiritual, procure fortalecer cada vez mais o Campo Estrutural de seu Terreiro e desta forma receber mais força para sua vida.(10)

São Vicente, 21/02/2010

Manoel Lopes – Dirigente do Núcleo Mata Verde

www.mataverde.org


Obs.:

1 – Campo estrutural é um conceito amplo e genérico. Sua manifestação é múltipla e está presente em várias manifestações da vida material e espiritual. Quando falamos em perispírito, colônias espirituais, zonas umbralinas, regiões trevosas, formas pensamento, egrégoras, etc… estamos falando em campos estruturais. Maiores informações podem ser obtidas no curso de doutrina umbandista “Umbanda Os Sete Reinos Sagrados”.Sugerimos o curso a distância no site www.mataverde.org/ead
2- Existem campos estruturais que atuam somente na dimensão espiritual. As colônias espirituais é um exemplo de campo estrutural atuante somente na espiritualidade.O perispírito é um campo estrutural atuante na dimensão material , é ele que faz o elo de ligação espírito-matéria.
3- O campo estrutural é de natureza espiritual, portanto é mantido pela energia mental e emocional, sendo os espíritos a fonte geradora destas energias. É um erro afirmar que são as ondas eletromagnéticas ou radiações de origem material as responsáveis pela manutenção destes campos. O conceito do campo estrutural é definido no livro “Umbanda Os Sete Reinos Sagrados” de autoria de Manoel Lopes.
4- Existem campos estruturais mantidos por todos os elementos da escala evolutiva da espiritualidade: Mônadas, elementais, elementares, almas-grupo, espíritos, anjos, Orixás.
5- Definição clássica de egrégora: “Egrégora provém do grego egrégoroi e designa a força gerada pelo somatório de energias físicas, emocionais e mentais de duas ou mais pessoas, quando se reúnem com qualquer finalidade, A egrégora acumula a energia de várias freqüências. Assim, quanto mais poderoso for o indivíduo, mais força estará emprestando a egrégora para que ela incorpore às dos demais”.
6-A energia espiritual devolvida pela egrégora é proporcional ao número de pessoas que participam da egrégora.
7-Temos vários relatos de freqüentadores do Núcleo Mata Verde, que somente pelo fato de entrarem no Terreiro se sentiram melhores, mais dispostos, alegres, calmos etc… Naturalmente que além da energia da egrégora, mesmo antes do início dos trabalhos, existe toda a intervenção dos guias e guardiões do Terreiro. Mas a energia da egrégora não pode ser descartada ela deve ser estudada, compreendida e utilizada de forma racional por todos os umbandistas.
8-Estamos nos referindo aos médiuns e filhos do Terreiro.
9-Uma egrégora formada por vibrações de amor, alegria, união, força devolverá aos seus participantes estas mesmas vibrações.
Já uma egrégora alimentada com ódio, inveja, disputa, tristeza, vaidade, orgulho irá devolver aos seus participantes este mesmo tipo de vibrações.
Com o passar do tempo aquelas pessoas mais “fracas” serão vítimas desta força oculta e quando perceberem o estrago causado já poderá ser tarde.
Infelizmente muitos Terreiros fecham as portas por este motivo.
10-Existem muitas formas de fortalecer, neutralizar ou mesmo destruir um campo estrutural. Uma destas formas é a magia dos Sete Reinos Sagrados, mas isso é assunto para outra oportunidade.







Nenhum comentário:

Calendário Assistência 2018

TENDA ESPÍRITA MAMÃE OXUM

CALENDÁRIO ASSISTÊNCIA - 2018

C.E. Miguel Arcanjo e Tenda Espirita Mamãe Oxum-

Rua Francisco Framback, 91 E – Cascatinha - Petrópolis - RJ

BAIXE O CALENDÁRIO 2018, CLICANDO AQUI

ABRIL

MAIO

JUNHO

06 – sexta-feira – Pretos Velhos

02 – quarta-feira – Palestra

11 – quarta-feira – Estudo daUmbanda

04 - sexta-feira – Pretos Velhos

01 – sexta-feira – Pretos-Velhos

06 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

13 – sexta-feira - Saúde

09 - quarta-feira- Estudo da Umbanda

08 – sexta-feira – Saúde

18 – quarta-feira – Doutrina Vovó Catarina

11 - sexta-feira – Saúde

13 – quarta-feira – Saudação Aos Exus – Bênção dos Pães – 20h

20 – sexta-feira - Caboclos

13 – Domingo – Saudação aos Pretos Velhos

Às 18h

15 – sexta-feira – Caboclos

23 – segunda-feira – Saudação Ogum – 20h

25 – quarta-feira – Reunião Interna

16 – quarta-feira – Doutrina - Vovó Catarina

20 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

18 – sexta-feira – Caboclos

22 – sexta-feira – Exus

27 – sexta-feira – gira dos Malandros

25 – sexta-feira –Saudação à Sta. Sara,Povo Cigano

27 – quarta-feira – Reunião Interna

30 – quarta-feira – Reunião Interna

29 – sexta-feira – Não tem Gira

JULHO

AGOSTO

SETEMBRO

04 – quarta-feira – Palestra

01 – quarta-feira – Palestra

06 – sexta-feira – Pretos Velhos

03 – sexta-feira – Pretos Velhos

05 – quarta-feira – Doutrina

11 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

08 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

07 – sexta-feira – Não tem Gira

13 – sexta-feira – Saúde

10 – sexta-feira – Saúde

12 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

18 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

12 – domingo – Calunga – 09h

14 – sexta-feira – Saúde

20 – sexta-feira – Caboclos

16 – quinta-feira – Saudação à Obaluaê e Omolu 20h

19 - quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

25 – quarta-feira – Reunião Interna

17 – sexta-feira - Não tem Gira

21 – sexta-feira – Não Tem Gira

27 –– sexta-feira - Malandros

22 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

23 – Domingo – Saudação à Ibeijada - às 17h

24 – sexta-feira – Caboclos

31 – sexta-feira - Exus

27 – quinta-feira – Distribuição Doces 15h

28 – sexta – feira - Ciganos

OUTUBRO

NOVEMBRO

DEZEMBRO

.03 – quarta-feira – Reunião Interna

01 – quinta-feira – Esteira das Almas

01 - Confraternização

05 – sexta-feira – Pretos Velhos

02 – sexta-feira – Não tem Gira

07 – sexta-feira – Saudação à Oxum e bênção dos Pretos Velhos – 20h

12 – quinta-feira – Cachoeira / Mata

07 – quarta-feira –Doutrina

08 – Oferendas na Praia – saída 17h

09 - sexta-feira – Saúde

17 – quarta-feira – Estudo da Umbanda

15 – Feriado – Saudação aos Orixás

19 – sexta-feira – Caboclos

16 – sexta-feira – Não tem Gira

24 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

23 – sexta-feira – Exus

26 – sexta-feira - Malandros

29 – quarta-feira – Doutrina – Vovó Catarina

30 – sexta-feira –Festa da Malandragem

A giras de sextas-feiras têm início às 20 horas. As fichas são distribuídas a partir de 19:45 até as 21:30. As pessoas que chegarem após este horário receberão apenas o passe, sem consulta.

Nossa casa não cobra consultas nem trabalhos, porém aceitamos colaboração de materiais de uso como velas, fósforos, charutos, fumos, etc...

ATENÇÃO: NÃO É PERMITIDO NO RECINTO PESSOAS COM MINI-SAIAS, SHORTS OU BERMUDAS CURTAS, BLUSAS MUITO DECOTADAS OU MINI-BLUSAS, CAMISETAS TIPO MACHÃO.

A CARIDADE NÃO SERÁ NEGADA, PORÉM RESPEITEM O TEMPLO RELIGIOSO.


BAIXE O CALENDÁRIO 2018, CLICANDO AQUI



Printfriendly